Adolescente emociona com "A Lista de Schindler", e Rússia leva primeiro ouro

Extraído de: portalbenicio.com.br.noticias   Fevereiro 09, 2014

Quase ninguém conseguiu se manter sentado ou calado. Quando Yulia Lipnitskaya encerrou sua apresentação livre de patinação artística, não era mais necessário esperar as notas para saber que sairia dali o primeiro ouro da Rússia nas Olimpíadas de Inverno Sochi 2014. A matemática confirmaria minutos depois o que já se sabia. E quando a dupla Elena Ilinykh e Nikita Katsalapov fez do Palácio Iceberg de Patinação um cenário para o “Lago dos Cisnes”, de Tchaikovsky, o ouro reluziu para os donos da casa. Ouro por equipes. Flores, muitas flores sobre o rinque.

- Ainda não posso acreditar. Acho que só depois de um dia para entender o que houve. Tivemos uma performance incrível, o público adorou, o presidente veio nos cumprimentar pessoalmente... Está sendo um sonho. É incrível fazer parte de uma equipe tão plural, com um gênio como o Pluschenko, com quatro Olimpíadas e medalhas em todas, e um jovem talento como a Yulia. Foi muito emocionante - disse Nikita Katsalapov, que competiu na Dança no Gelo.

Na competição por equipes, cada time possui seis integrantes. Eles disputaram os eventos individuais masculino e feminino, pares e Dança no Gelo. Cada atleta (nas provas individuais) ou dupla (pares e Dança) marca pontos por sua colocação em seu respectivo evento. Os russos fizeram 75 pontos, dez a mais que o Canadá. Os Estados Unidos levaram o bronze, com 60.

Na plateia, convidados de peso. O presidente russo, Vladimir Putin, assistia a tudo, atento. Havia VIPs brasileiros também por lá. O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, e o presidente da Federação Internacional de Vôlei, Ary Graça, assistiram à metade do evento. Neste ano, pela primeira vez, o Brasil terá uma representante na patinação artística: Isadora Williams.

A festa era mesmo toda para os russos. No programa livre masculino, Evgeni Plushenko, estrela da patinação, superou o tropeço do programa curto – quando foi superado pelo japonês Yuruzu Hanyu. Com repertório intitulado “O melhor de Plyushchenko’ - que incluía trecho da música-tem do filme "O Poderoso Chefão", ele garantiu o primeiro lugar, abrindo caminho para o ouro inédito.

Yulia Lipnitskaya já tinha sido a primeira colocada no programa curto. Neste domingo, entrou no rinque de vermelho. Dançou a música tema do filme “A Lista de Schindler” e ganhou 141.51 dos juízes, muito à frente da americana Gracie Gold, com 129.38.

Antes mesmo de Elena Ilinykh e Nikita Katsalapov se apresentarem, o ouro estava assegurado. Mas eles queriam mais emoção. Mais perfeição – apesar de terem perdido um ponto de dedução. Não importava. O ouro, depois de dois dias de disputas, era deles. Dos russos.

 

Autor: Vinculado ao portalbenicio.com.br.noticias


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki