Aplaudida pelo público, Dilma salienta a ligação entre a África e América do Sul

Extraído de: osoldiario.clicrbs.noticias   Dezembro 10, 2013

Presidente brasileira lembrou a importância do exemplo de Mandela para as lideranças latino-americanas

Aplaudida pelo público presente, a presidente Dilma Rousseff assumiu a tribuna pouco após a fala do colega americana, Barack Obama. Desde o início do seu discurso, a presidente brasileira lembrou a importância de Mandela no combate ao apartheid, salientando que a atitude e o pensamento dele são referências para todos.

Discursando em português, com o auxílio de um tradutor, assim como os demais presidentes, Dilma salientou que o maior líder sul-africano produziu é um ícone da liberdade, da justiça e da paz no mundo.

- Orgulhosos do sangue africano que corre em nossas veias, o governo e o povo brasileiro se inclinam, frente a importância de Mandela. Deixamos nosso profundo sentimento de dor e pesar pela sua morte.

A presidente falou, também, sobre a relação dos africanos com o Brasil, que foi destino de escravos cativos séculos a fio. A influência da cultura africana, e sua ascendência sobre os povos latino-americanos, também foi lembrada por Dilma, que representou a América do Sul na tribuna.

- Viva mandela, para sempre! -bradou a presidente ao final do discurso.

Antes da brasileira, em frente a dezenas de milhares de sul-africanos, o presidente americano Barack Obama falou longamente sobre a importância dos pensamentos e das ações de Mandela.

Ele comparou Mandela a Gandhi, que com um movimento de resistência também lutou contra discriminação e subjugação do seu povo na Índia, Obama lembrou que Mandela suportou uma prisão brutal que durou da época de Kennedy e Kruschev, na década de 1960, até o final da guerra fria, no início dos anos 1990.

>>

... ver notícia completa em: osoldiario.clicrbs.noticias

Autor: Vinculado ao osoldiario.clicrbs.noticias


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki