Assaí será inaugurado em Sto.André e abre 250 vagas

Extraído de: interjornal.noticias   Fevereiro 20, 2014

250 vagas são para atuar em seções como hortifrúti, mercearia, alimentos e não-alimentos, frente de caixa, tesouraria e RH. A rede destacou que, dentre os chamarizes para os postos de trabalho estão a facilidade de acesso à loja e a disponibilidade de horários

A rede Assaí Atacadista, do Grupo Pão de Açúcar, vai abrir sua quinta unidade no Grande ABC e a segunda em Santo André. As demais lojas da região estão em São Bernardo, São Caetano e Ribeirão Pires. Para atender a demanda do novo estabelecimento, serão contratados 250 trabalhadores. O processo seletivo começa hoje, e segue até o dia 27.

O Assaí não quis revelar que uma unidade será inaugurada, no entanto, a reportagem do Diário confirmou a informação com a Prefeitura de Santo André. A loja, no bairro Homero Thon, próxima ao Viaduto Cassaquera e à divisa com Mauá, deverá abrir as portas entre fim de março e início de abril, estimou o secretário andreense do Trabalho, Cícero Firmino, o Martinha.

As 250 vagas são para atuar em seções como hortifrúti, mercearia, alimentos e não-alimentos, frente de caixa, tesouraria e RH. A rede destacou que, dentre os chamarizes para os postos de trabalho estão a facilidade de acesso à loja e a disponibilidade de horários.

O anúncio é oportunidade também para as 186 pessoas que perderam o emprego na Coop há cerca de um mês, devido à reestruturação da empresa, que dispensou funcionários com cargos de encarregados, ou seja, de chefes de seções, como bazar e mercearia.

Interessados devem comparecer ao posto do Sine (Sistema Nacional de Emprego) de Santo André, localizado na Av. Artur de Queirós, 720, bairro Casa Branca, a partir de hoje, entre 8h e 14h munido de carteira profissional, RG e CPF.

O Assaí destacou que oferece plano de carreira para seus empregados. Quando uma vaga é aberta, segundo a empresa, antes de procurar profissional no mercado, ela abre a oportunidades para funcionários interessados. Há também programas de formação técnica e capacitação, que inclui períodos de treinamento em lojas já em operação para aprendizagem sobre o padrão operacional.

Para Martinha, o fato de Santo André ganhar outro estabelecimento desse porte mostra a capacidade de consumo da cidade. Segundo dados da USCS (Universidade Municipal de São Caetano), a renda familiar andreense era de R$ 4.163 em 2012, a segunda maior da região, atrás de São Caetano. “É uma oportunidade gerar emprego e girar mais dinheiro”, afirmou

Autor: Vinculado ao interjornal.noticias


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki