Câmara de Vereadores realiza sessão na BR-282 em Xanxerê

Extraído de: portofeliz.am.br.noticias   Fevereiro 17, 2014

O ato foi realizado para exigir que as obras sejam retomadas.

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Xanxerê, durante a manhã de segunda-feira (17), foi realizada no elevado da BR-282. O motivo é a demora para a retomada das obras de duplicação do trecho da rodovia que corta o município.

Durante o ato, que iniciou às 7h, o prefeito Ademir Gasparini, o deputado federal, Celso Maldaner, os vereadores e o empresário Fiore falaram sobre o descaso com a rodovia. Fiore sofreu acidente na BR-282 e perdeu o movimento da mão esquerda. Ele ressaltou sua preocupação com a paralisação das obras.

Os vereadores falaram sobre a cobrança às autoridades competentes, porém muitos falaram em falta de esperança. O presidente do legislativo, João Paulo Menegatti, foi quem idealizou o ato na BR e lembrou que as obras iniciaram há quatro anos e há dois estão praticamente paralisadas. "Este é um dos maiores descasos de Santa Catarina . São pessoas sofrendo, pessoas morrendo em nosso trecho por causa do descaso. Esta não é uma mobilização política, como muitos estão achando que é. É um movimento pela vida, nosso bem maior", acrescentou.

Novidades

Os vereadores irão, na próxima quarta-feira (19), visitar o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) e o Ministério das Cidades, em Brasília, para buscar soluções. No retorno da viagem, haverá uma nova reunião para viabilizar um possível fechamento da rodovia.

A primeira paralisação está marcada para o dia 28 de fevereiro, onde a BR ficará fechada durante parte do dia. E, se não houver posicionamento positivo, um novo protesto será realizado no dia oito de março, na abertura da 17ª edição Festa Estadual do Milho.

Situação irregular

DNIT de Santa Catarina realizou, no fim de 2013, processo licitatório para contratar nova empresa que irá continuar as obras em Xanxerê. A empresa Técnica Viária Ltda ganhou o processo e deveria retomar as atividades em fevereiro de 2014, porém não há verba suficiente para a realização das obras.

A alegação do Departamento, segundo a assessoria de imprensa, é que o restante do valor, entorno de R$ 36 milhões deverá ser liberado pelo governo federal. Está disponível para a obra, apenas R$ 3 milhões.

Fonte: ND Online com informações do site Tudo Sobre Xanxerê

Autor: Vinculado ao portofeliz.am.br.noticias


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki