Colisão interdita trânsito na ponte de Socorro

Extraído de: jornaldodiase.noticias   Janeiro 15, 2014

Uma colisão envolvendo dois carros de passeio na ponte do conjunto João Alves Filho, principal acesso do município de Nossa Senhora do Socorro à capital Aracaju, contribuiu para que o trânsito no local ficasse parcialmente interrompido na manhã de ontem. O fato ocorreu por volta das 10h quando um dos veículos tentou fazer uma ultrapassagem perigosa e proibida no início da ponte. Com a colisão, duas pessoas ficaram feridas e tiveram que ser atendidas por equipes de resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e em seguida rapidamente encaminhadas para o setor de urgência do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Possivelmente sem a devida utilização do cinto de segurança, uma das vítimas, Antônio Carlos Silva Chaves, foi arremessado de dentro do veículo e acabou caindo no mangue, uma distância de aproximadamente dez metros de onde o veículo parou. Devido a gravidade do acidente e congestionamento formado em ambos os sentidos, equipes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT/Socorro) e da Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran) também foram encaminhadas para o local. Segundo denúncias dos moradores, a falta de fiscalização e sinalização contribui para que os registros de sinistros sejam frequentes.

Para Tereza dos Anjos, é preciso que os órgãos de fiscalização no trânsito intensifiquem as rondas e blitz a fim de evitar novos registros. "A gente fica muito preocupado porque até morte já teve aqui e ninguém faz nada. Já fechamos a via, já nos reunimos com alguns representantes da prefeitura, mas entra e sai governante e o problema continua tirando o nosso sossego", declarou.

Em contrapartida, o sargento da Polícia Militar, Edmo Oliveira, ressaltou a necessidade de todos os condutores se tornarem mais prudentes em todas as ações promovidas quando em posse de um automóvel.Segundo ele, independente de alguns problemas na via, a falta de conscientização de muitos motoristas ainda é o principal causador de tragédias. "A gente observa todos os dias uma grande quantidade de pessoas que acreditam ser expert em dirigir carros ou pilotar motos e acabam causando colisões geralmente graves como foi a de hoje", afirmou. Questionado sobre a situação encontrada no local assim que a equipe chegou, Edmo acreditou ter registro de óbito. "Felizmente minha intuição desta vez falhou e não registramos mortes. Que essa ultrapassagem indevida sirva de alerta para todos aqueles que transitam por aqui diariamente", pontuou.

Após uma hora da pista parcialmente interrompida os veículos foram posicionados no acostamento e a via integralmente desobstruída. As vítimas, segundo boletim do Huse, não correm risco de morte.

Autor: Vinculado ao jornaldodiase.noticias


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki