Conferência da Cultura de Taquari discute áreas de investimento

Extraído de: informativo.seguranca   Julho 11, 2013

Encontro reuniu líderes e personalidades da cultura taquariense na noite desta quarta-feira, 10

Taquari - O ginásio Arthur da Costa e Silva abrigou na noite desta quarta-feira, 10, a 1ª Conferência Municipal da Cultura de Taquari. O evento visa discutir as potencialidades culturais de Taquari e as melhores formas de dar visibilidade a esse potencial. "Se eu valorizo a cultura, eu dou embasamento para que isso se torne turismo", afirmou a coordenadora de Cultura, Sabrina Freitas.

Durante a abertura, foi realizado o credenciamento dos participantes e organizada uma solenidade por volta das 20h. O primeiro a tomar a palavra foi o vereador Luís Porto, que esteve presente em nome da Câmara de Vereadores. O representante do Legislativo destacou a oportunidade de o município inovar a partir do encontro. "Taquari é uma cidade na qual muitas vezes falamos ‘já teve’, mas queremos reinventar o município e colocá-lo em lugar de destaque", disse o vereador, ao fazer menção às opções culturais e econômicas do passado, pelas quais o município é lembrado.

Em seguida, o secretário de Esportes, Lazer, Cultura e Turismo, Leandro Mariante, falou sobre o potencial de Taquari e do que pode ser feito. "Quando falamos de cultura, temos muito a falar de nossa cidade, com nossos talentos individuais", afirmou.

Também esteve presente na solenidade a secretária da Educação, Maria Consuelo Saraiva Dias, a Teteia, que destacou o objetivo de as pessoas discutirem cultura. "Vamos pensar e repensar. Trazer de volta belos momentos aqui realizados", disse, mencionando também tempos nos quais Taquari foi destaque em cultura.

Já o escritor João Paulo da Fontoura, convidado a fazer parte da solenidade de abertura, abordou um pouco do processo do evento, dizendo que as discussões levantadas no encontro serão passadas adiante. "Normalmente em conversas de bares e com amigos, apontamos o que Taquari não tem. Mas temos a oportunidade, hoje, de levantarmos essas questões para que depois cheguem a Brasília", destacou.

O ator Everton Santos, de Montenegro, foi convidado a participar da solenidade e, dentre outras coisas, abordou o papel do artista. "Nós temos artistas e grupos e podemos gerar emprego com isso, de forma que sejam respeitados, sejam reconhecidos com o que fazem", afirmou, ao citar que a área gera emprego também a outras profissões envolvidas.

Durante a abertura, o público teve contato ainda com apresentações artísticas de violão, gaita e violino, e também pôde interagir com uma estátua viva que esteve na entrada do ginásio, recepcionando as pessoas.

 

Discussões

Sabrina Freitas fez as apresentações de quatro grupos nos quais o público foi dividido. O objetivo é que os envolvidos discutam quatro eixos da área da cultura no município. Cada grupo é comandado por um profissional da área em discussão. Os eixos são:

- Implementação do Sistema Nacional de Cultura, que reúne pessoas comprometidas com políticas públicas;

- Produção Simbólica e Diversidade Cultural, que agrupa trabalhadores da área, como artistas, artesãos, atores, músicos, etc;

- Cidadania e Direitos Culturais, com associações, museus e bibliotecas;

- Cultura e Desenvolvimento sustentável, que reúne centros de arte, hotelarias e empreendedores;

As discussões tiveram início ainda durante a noite e contaram com artistas, artesãos, representantes de CTGs, professores e demais pessoas de diferentes áreas culturais. O evento encerrou na quinta-feira, dia 11 de julho, com a conclusão dos grupos de trabalho, após será realizada a elaboração de um relatório final. A partir disso, serão analisadas as prioridades para o município. Segundo Sabrina, as demandas apontadas serão levadas para a Conferência Estadual em setembro e posteriormente para a Conferência Nacional, que ocorre em novembro.

Autor: Vinculado ao informativo.seguranca


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki