Garota é filmada fazendo sexo oral em escola de Teresina; VEJA

Extraído de: campomaioremfoco.geral   Novembro 28, 2012

A menina de 11 anos e dois garotos, um de 14 e outro de 15 foram filmados transando dentro do colégio. O vídeo está provocando a maior confusão na escola.

 

Um vídeo de sexo entre uma menina de 11 anos, um menino de 14 e outro de 15 anos, que foram filmados transando dentro do Escolão do Parque Itararé, no dia 29 de outubro de 2012, às 16h30, quando eles esperavam o ônibus para retornarem para suas residências, está provocando a maior confusão na escola e já foi parar no Conselho Tutelar do Dirceu Arcoverde e na Delegacia do Menor Infrator.

O Escolão do Parque Itararé, situado na zona sudeste de Teresina, tem 750 alunos. Desde o vazamento do vídeo de sexo, entre a menina e os dois meninos, na internet, que a garota vem sofrendo bullyng.

O coordenador do Conselho, José Welton, afirmou que foi acionado nesta terça-feira (27/11/2012) pela direção da escola. "Ainda não temos muitas informações, mas sabemos que é uma situação que envolve três menores de idade que estariam fazendo sexo na escola. Estamos investigando", acrescentou.

A direção da escola cogita transferir a pré-adolescente para evitar mais constrangimentos. A denúncia de bullying foi feita pela mãe da menina.

A polícia vai apurar o vazamento do vídeo. Já se sabe que o material foi produzido e editado para depois ser publicado no Facebook.

O diretor do colégio, Solistício Melão de Oliveira, informa que assim que tomou conhecimento do fato, os três envolvidos (uma menina de 11 anos, um menino de 14 anos e outro de 15), foram afastados da escola, principalmente por conta do bullying, que estava sendo feito contra a garota, mas dias depois voltaram a assistir aula normalmente.

O Escolão do Parque Itararé é de responsabilidade da Prefeitura Muncipal de Teresina.

O QUE DIZ A LEI

Diz o artigo 217A do Código Penal Brasileiro que ter conjunção carnal, ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos, configura estupro de vunerável. Isso independe da aceitação ou não da menor.

Como o ilicito teria sido praticado por dois adolescentes, o município é responsável civilmente, já que os envolvidos estavam sob a custódia do Poder Público Municipal para estudar. Pela lei, o município tem a obrigação de vigilância e cuidados.

NOTA OFICIAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) vem acompanhando o caso da aluna da Escola Municipal Parque Itararé, envolvida em vídeo que mostra a prática sexual de três menores de idade. A denuncia é de que a adolescente tenha sofrido aliciamento por parte dos dois alunos. Desde o acontecimento, a Semec dialoga com os gestores e professores da escola, além dos alunos e famílias. Nesta terça-feira (27/11/2012), a equipe de assistentes sociais da Gerencia de Assistência ao Educando, esteve reunida com os pais na escola, onde foi decidido que o Conselho Tutelar acompanhará a estudante, que é de menor, junto com a mãe à delegacia para registro de Boletim de Ocorrência. A investigação e condução do caso será de responsabilidade da Delegacia do Menor Infrator, porém a Semec continua acompanhando as famílias e auxiliando o diretor da escola durante todo o processo. Os três estudantes continuam frequentando as aulas.

Ai5piauí

Autor: Vinculado ao campomaioremfoco.geral


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki