HUOP recebe novos equipamentos

Extraído de: cgn.uol.cotidiano   Fevereiro 11, 2014

Foram adquiridos equipamentos para o Centro Cirúrgico, UTI - Geral e Neonatal, Ambulatório, Centro de Imagem e Maternidade...

Crédito: Assessoria

O Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP) recebeu nesta semana, equipamentos para as mais diversas áreas da unidade hospitalar. De acordo com a direção geral, o investimento faz parte do repasse de R$ 1,5 milhões, liberado pelo governo do Estado no ano passado.

"Esta verba foi liberada junto com os R$ 6 milhões destinados a Ala de Queimados. São equipamentos essenciais na melhoria do serviço que prestamos a população", explica o direto-geral, doutor Allan César Faria Araújo.

Foram adquiridos equipamentos para o Centro Cirúrgico, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) -Geral e Neonatal, Ambulatório, Centro de Imagem e Maternidade. 

"Entre os novos equipamentos foram trocadas todas as camas da UTI Geral, foi adquirida uma mesa cirúrgica para atendimento a obesos mórbidos, além de equipamentos para avaliação cardiológica", ressalta o diretor.

O investimento garante mais conforto e agilidade no atendimento prestado. Um exemplo é o sistema de digitalização que está sendo instalado no Centro de Imagem e que, segundo o diretor, agiliza os exames proporcionando a equipe clínica o acesso às imagens online.

"Com este equipamento o médico pode ler o exame do paciente no sistema sem a necessidade de aguardar a revelação ou cópia", explica.

Após dois anos frente à direção geral, doutor Allan contabilizou vitórias com a constituição do Plano Diretor da casa hospitalar para os próximos dez anos. Entre as ampliações foram estimados investimentos na ordem de R$ 45 milhões para o decorrer deste período.

"Finalizamos todos os projetos para ampliação do Huop. Já garantimos R$ 15 milhões do Governo Federal e mais R$ 15 milhões do Governo Estadual", diz ele explicando que neste processo está previsto a instalação da Ala de Queimados, construção da nova Ala Materno Infantil, ampliação do Ambulatório, um novo prédio administrativo e a construção da rampa de ligação entre o hospital e o Centro de Atenção e Pesquisa em Anomalias Craniofaciais (Ceapac).

"Com todo esse investimento vamos dobrar a capacidade de atendimento do HU nos próximos dez anos", enaltece.

Além dos investimentos em estrutura física, doutor Allan ressalta a ampliação do ensino em todas as áreas da saúde. De acordo com ele neste ano foram aprovados residências em ortopedia, cardiologia e em breve em neurocirurgia.

"Tudo isso só foi possível graças à sensibilidade e apoio do Reitor da Unioeste e do Governo do Estado às demandas do hospital", finaliza.

Autor: Vinculado ao cgn.uol.cotidiano


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki