Pequena empresa cria missões no Instagram e atrai como clientes Coca-cola, Sony e Boticário

Extraído de: interjornal.noticias   Fevereiro 13, 2013

Instamission começou sem grandes pretensões e despertou interesse de grandes patrocinadores

A vontade das amigas Luiza Voll e Daniela Arrais de criar projetos mais autorais junto com a febre do Instagram resultaram no projeto Instamission, com o objetivo é reunir pessoas diferentes com olhares sobre o mesmo tema. O projeto colaborativo de fotografia completou dois anos este mês e acumula 23 mil seguidores e mais de 100 missões, sendo 40 patrocinadas por empresas. Em 2012, a empresa cresceu 75,84% em comparação com o ano anterior.

Luiza é publicitária e Daniela, jornalista. As duas se conheceram por meio dos seus blogs e viraram amigas na vida real. Em comum, o interesse pela internet e os meios digitais. "Uma terceira amiga disse: vocês têm que fazer alguma coisa juntas. Resolvemos criar a Contente. A ideia era fazer trabalhos para nos deixar 100% felizes", conta Luiza.

Elas criaram a empresa, mas cada uma continuou com seu emprego. No primeiro momento, o trabalho foi melhorar a presença digital dos clientes. "Eu atuava com minha expertise em arquitetura de informação e a Dani com os textos. Com o tempo percebemos que estava ficando parecido com o que a gente fazia nas empresas", diz Luiza.

Ao repensar sobre a atuação da Contente, elas chegaram no Instamission. A primeira missão lançada no dia 4 de fevereiro de 2011 foi: "Fotografe um sorriso". Só no primeiro dia elas receberam 100 fotos e o projeto ganhou visibilidade. "Quando estávamos na vigésima e pouca missão, uma agência se mostrou interessada em patrocinar uma missão. Nesse momento, surgiu o modelo comercial do Instamission", relata Luiza.

Desde então, mais de 40 empresas já patrocinaram uma missão, entre elas estão Coca Cola, Boticário, Sony e CVC. O pré-requisito para o patrocínio é ter uma premiação para o usuário. "Foi uma forma de conseguir unir o que a gente queria: transformar o Instamission em um negócio e premiar as pessoas que até então tinham sido completamente generosas", destaca Luiza. Desde setembro do ano passado, as duas se dedicam exclusivamente à Contente.

Entre os prêmios, os seguidores já ganharam bicicleta elétrica, televisões, viagens nacionais e até internacionais para Nova York e China. Em média, a Contente recebe 2,9 mil fotos por missão. "Nem todas as missões são patrocinadas e mesmo assim não cai o número de participações. As pessoas querem os prêmios, mas existe um vínculo com o projeto", relata Luiza. O recorde de fotos foi de 14 mil, quando a melhor foto foi premiada com uma viagem para a China.

Comemoração. Para marcar os dois anos do projeto, a Contente lançou em janeiro a missão de número 100: "Fotografe você". A ideia foi homenagear os participantes", explica Luiza. As mais de 9 mil fotos recebidas farão parte de um vídeo previsto para entrar no ar em março.

Trabalho. A Contente também tem outros projetos além do Instamission. Um deles é o Autoajuda do Dia, onde é postada uma imagem com frase todos os dias e se enquadra no conceito colaborativo. Já o VaiLá é um guia de São Paulo feito pelas pessoas usando o Instagram.

Autor: Vinculado ao interjornal.noticias


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki