Piso salarial dos economistas pode passar para R$ 3.732 em Teresina

Extraído de: piauihoje.noticias.gerais   Agosto 14, 2012

A indefinição do valor do piso salarial dos economistas vinculados à Prefeitura de Teresina parece estar perto do fim. Ontem (13), Dia do Economista, a Câmara Municipal encaminhou ao Poder Executivo um indicativo de projeto de lei que cria a carreira dos profissionais de Economia do Poder Público Municipal. De iniciativa da vereadora Rosário Bezerra, a proposta assegura piso salarial no valor de R$ 3.732,00 a esses profissionais.

O indicativo de projeto de lei organiza a categoria profissional em três classes e seis níveis, conforme dispõe o Plano de Cargos, Carreiras e Salários para servidores da Prefeitura de Teresina. Outra novidade do projeto fica por conta da exigência de concurso público para ingressar na carreira dos profissionais de Economia, bem como a devida inscrição no Conselho Regional de Economia do Piauí (Corecon).

Durante a sessão solene realizada na Câmara Municipal para comemorar o Dia do Economista, a vereadora Rosário Bezerra defendeu a implementação do piso como forma de valorizar e consolidar a categoria no mercado de trabalho da capital. “Infelizmente, por falta de regulamentação, os profissionais não são devidamente valorizados. Queremos mudar essa realidade”, declara a vereadora, que é formada em Economia pela Universidade Federal do Piauí.

O presidente do Conselho Regional de Economia, Pedro Andrade de Oliveira, defende que a atualização da legislação em torno da profissão de economista é necessária e justa. “As nossas leis ainda não contemplam o que precisamos para sermos realmente valorizados e reconhecidos. Esse projeto é necessário, pois vem tipificar as atividades privativas e inerentes à nossa profissão. Agradeço à vereadora Rosário por nos ajudar com essa iniciativa”, ressalta o presidente do Corecon-PI.

Ainda conforme o projeto, os atuais servidores que exercem o cargo de economista na Prefeitura de Teresina serão classificados de acordo com o tempo de serviço prestado ao Poder Público. Os efeitos da proposta também deverão alcançar os aposentados e pensionistas.

Fonte: assessoria  |  Editor: Orlando Portela

Autor: Vinculado ao piauihoje.noticias.gerais


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki