Secid apresenta Projeto de Reurbanização da Ponta do São Francisco

Extraído de: oimparcial.urbano   Março 25, 2014


O secretário de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Hildo Rocha, apresentou detalhes do Projeto de Reurbanização da Ponta do São Francisco, em São Luís, na tarde desta terça-feira (25), no auditório da Secretaria. Com investimentos de R$ 30 milhões, o projeto faz parte das ações do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e atenderá famílias que moram em área do bairro Ilhinha.

A iniciativa engloba a construção de 256 apartamentos que serão doados às famílias que vivem em áreas de palafita. Contempla, também, a construção de três praças, quadra poliesportiva, quadra de areia, área de ginástica, playground, posto policial, duas lanchonetes, dois decks, passarelas, calçadão na beira-mar e ações de regularização fundiária.

“Estamos felizes em apresentar para a comunidade da Ponta do São Francisco (Ilhinha), uma obra desejada por todos. Essa é uma área onde houve uma ocupação desordenada e, para melhorar a vida das pessoas, nós fizemos estudos, elaboramos esse projeto que vai garantir, além de cidadania, conforto para todos”, destacou Rocha, enfatizando que as praças serão batizadas com os nomes de Biló Murad, Raimundo Assub e Walber Duailibe.

O prazo para conclusão da obra é de um ano e meio. O terreno para construção dos apartamentos foi doado pela União. “O Governo do Estado fez uma demanda junto à Superintendência de Patrimônio da União (SPU) e nós atendemos. A União sempre colaborou com o Maranhão no remanejamento de pessoas que moram em áreas insalubres, a exemplo do PAC Rio Anil. Agora, no PAC 2, a União cede mais uma área para construção de habitações”, ressaltou o superintendente do Patrimônio da União, Jorge Luís Pinto.

Também participaram da solenidade de lançamento do projeto o secretário de Urbanismo do Município, Diogo Lima; o superintendente da Caixa no Maranhão , Hélio Duranti; lideranças comunitárias e moradores da área beneficiada.

Benefício

A iniciativa foi aprovada pelos moradores. Honorato Mendes, morador da Ilhinha que participou da solenidade de apresentação do projeto, enfatizou a importância da obra.

“Com esse projeto a nossa vida vai melhorar bastante. Nós vamos morar em um lugar com mais estrutura, mais bonito e com mais segurança. É um projeto muito bom que o governo está fazendo”, afirmou.

Os apartamentos terão dois quartos, copa, cozinha, banheiro. O projeto destaca, ainda, ações de regularização fundiária, instalação de sistema de drenagem, de pavimentação, e recuperação ambiental da área.

Autor: Vinculado ao oimparcial.urbano


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki