Sepaz faz levantamento de Centros de Recuperação em Rondônia

Extraído de: rondoniadinamica.geral   Outubro 29, 2012

Os técnicos da Secretaria de Estado de Promoção da Paz (Sepaz) continuam com o trabalho de mapeamento e diagnóstico das comunidades terapêuticas para articulações e otimização da rede de atenção a dependência química em Rondônia .

No município de Presidente Médici, a Coordenadoria de Políticas Sobre Drogas da Sepaz, visitou o Centro de Recuperação São Gabriel Mercol, que é referência no Estado no tratamento de mulheres dependentes químicas, mas passa por sérias dificuldades financeiras.

O prédio da Gabriel Mercol é um dos poucos que está adequado a RDC 29 (que normatiza o funcionamento dos centros de recuperação), mas apesar disto, enfrenta a falta de recursos e por conta disto atende apenas seis mulheres, mas tem capacidade para 32 dependentes.

Jaru

Em Jaru, o psicólogo da Sepaz Pedro Paulo, esteve na Associação Assistencial das Vítimas de Álcool e Drogas Família Feliz, que tem capacidade para atender 20 internos, mas apenas seis homens estão em tratamento. O centro de Recuperação pertence a uma igreja e o tratamento aos dependentes é mantido só com a ajuda da comunidade.

Rolim de Moura

No município de Rolim de Moura, a equipe da Sepaz visitou a Comunidade Terapêutica Nova Aliança que atua no tratamento do público feminino e masculino. Atualmente estão sendo ocupadas 42 das 60 vagas dos homens e 8 das 10 disponibilizadas para as mulheres.A casa também pertence a uma denominação religiosa.

Nova Brasilândia

Na localidade não foi encontrada nenhum centro de recuperação, somente um grupo de Alcoólicos Anônimos (AA), fundado em 1997 e que conta com 10 membros.

Texto: Lúcia Reis – Assessoria Sepaz

Autor: Vinculado ao rondoniadinamica.geral


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki