Tornado em Paredes deixa rasto de destruição

Extraído de: tvi24.iol.pt.ultimas   Janeiro 04, 2014

Número de desalojados sobe para 50. Autarquia quer ver decretada situação de calamidade pública

Cerca de 50 residentes de quatro freguesias de Paredes ficaram desalojados, durante a noite, em consequência de um tornado que danificou dezenas de habitações. A Câmara de Paredes vai solicitar ao Governo que decrete situação de calamidade pública para o concelho.

De acordo com a vereadora Hermínia Moreira, da edilidade de Paredes, o tornado foi sentido durante cerca de três horas, sobretudo nas freguesias de Lordelo, Vilela, Sobrosa e Duas Igrejas. «Viveram-se momentos assustadores durante a noite», afirma, citada pela agência Lusa.

Na maioria dos desalojados, já está assegurado alojamento, com o apoio das respetivas famílias, havendo apenas a situação de cinco pessoas que a câmara está a acompanhar para se encontrar uma solução.

O vice-presidente da autarquia, Pedro Mendes, disse ao «Jornal de Notícias» que a Câmara de Paredes vai solicitar ao Governo que seja decretado a situação de calamidade pública para o concelho, em face dos estragos causados pela passagem do tornado, em casas e empresas.

Além dos estragos em dezenas de habitações, cujos telhados e janelas foram destruídos, a maioria em Duas Igrejas, registam-se ainda prejuízos no pavilhão desportivo da Escola Secundária de Vilela e na igreja e cemitério de Duas igrejas.

As coberturas do pavilhão foram arrancadas pelo vento e levadas dezenas de metros. No cemitério, várias sepulturas foram danificadas e a igreja próxima também viu danificada a cobertura.

Autor: tvi24


 
 
Deixe seu comentário



Siga o PasseiAki