Falta de Medicos na Unidade Basica de Saude



Notícias sobre "Falta de Medicos na Unidade Basica de Saude"


Propriá: Secretário visita...
Janeiro 15, 2013

O secretário municipal de Saúde de Propriá, Adelmo Macedo Júnior, iniciou nesta segunda-feia, 14, uma visita às nove unidades básicas de saúde do município. De acordo com o titular da pasta de Especialidades, com a contratação de médicos especialistas para atender naquela unidade”, destacou Adelmo. O gestor da saúde também explicou que a prefeitura já abriu processo licitatório para a compra , o objetivo é conhecer a equipe, identificar os...

Ver todas as Notícias relacionadas

Remédios que estavam em falta nos postos de...
Fevereiro 19, 2013
Devem chegar nesta sexta-feira às prateleiras das 56 farmácias das unidades de saúde de Joinville, os 14 medicamentos que estavam em falta. A compra foi feita em caráter de emergência pela Secretaria (antitérmico e analgésico), o atenolol 50 MG (problemas cardíacos) e a lovastatina 20 MG (para controle do colesterol), que estavam em falta nas unidades...
Ver todas as Notícias relacionadas
Faltaram luvas, batas e vacinas nas Unidades de...
Maio 09, 2013
Um terço das Unidades de Saúde Familiar (USF) sentiram falta de material considerado básico durante o ano de 2012, como luvas, batas ou vacinas contra o tétano, segundo dados de um inquérito que será um aumento da insatisfação em relação ao Ministério da Saúde e aos organismos da administração central. As faltas de material básico de...
Ver todas as Notícias relacionadas


Governo atrasa 6 meses de verba para compra de...
Janeiro 21, 2014
se esvaziam nas unidades de saúde e a população é prejudicada. Outro agravante é que o estoque estratégico – reserva de medicamentos para suprir o município de três a cinco meses – teria sido "zerado " ainda em 2012 e os remédios não foram repostos. “Se não podemos comprar os medicamentos, alguns faltam nas unidades. E isso acontece por mais que façamos...
Ver todas as Notícias relacionadas
Governo do PR atrasa verba para...
Janeiro 21, 2014

O governo do Paraná não repassa verba para a compra de medicamentos em Curitiba há seis meses, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. Sem o dinheiro em caixa, prateleiras de remédios se esvaziam nas unidades de saúde e a população é prejudicada. O governo do estado reconhece o atraso de quatro meses, de setembro a dezembro do ano passado. Outro agravante é que o estoque estratégico – reserva de medicamentos para suprir o município de três a cinco...

Ver todas as Notícias relacionadas

MP vai investigar falta de medicamentos
Janeiro 22, 2013
. Pacientes ouvidos ontem afirmam que o problema continua (leia mais na página 5). De acordo com lista anexada em parede de uma unidades básicas de saúde de Rio Preto são pelo menos 37 medicamentos em falta O Ministério Público de Rio Preto vai investigar a falta de medicamentos de distribuição gratuita nas unidades de saúde de Rio...
Ver todas as Notícias relacionadas